Com passagens por grandes times, Maldonado estreia como técnico diante do Palmeiras



em 27/12/2020 às 10:56 hs

Com passagens por grandes times, Maldonado estreia como técnico diante do Palmeiras
Claudio Maldonado, auxiliar técnico do Bragantino, vai ser o treinador do Massa Bruta na partida con

Auxiliar técnico do Bragantino, ex-jogador substitui Maurício Barbieri no jogo deste domingo

Por Carlos Santos e Danilo Sardinha — Bragança Paulista, SP

Globo Esporte

 

Enfrentar o Palmeiras não é uma novidade para Claudio Maldonado. Com passagens por grandes clubes brasileiros, o chileno já duelou contra o Alviverde em outras oportunidades. A diferença é que neste domingo, 27, ele não estará dentro de campo. Mas, sim, à beira do gramado para exercer pela primeira vez a função de técnico.

 

Ex-volante de São Paulo, Cruzeiro, Santos, Flamengo e Corinthians, Maldonado está com 40 anos e é auxiliar técnico do Red Bull Bragantino. Como Maurício Barbieri está suspenso pelo terceiro cartão amarelo, é ele quem vai dirigir o Massa Bruta no jogo deste domingo, marcado para as 18h15, no Allianz Parque, pela 27ª rodada do Brasileirão. Clique aqui e acompanhe em tempo real.

Maldonado está animado para a estreia, mas prega a tranquilidade que sempre teve em campo para fazer um bom trabalho diante do Palmeiras

- Sempre fui muito muito tranquilo, até quando jogava. É um desafio bom, interessante. Eu estou na fase de aprendizado, aprendo a cada dia. Acho que é uma oportunidade muito boa para ganhar experiência - disse em entrevista ao ge.

O Bragantino é o 13º colocado do Brasileirão, com 31 pontos. A equipe vem de derrota por 1 a 0 para o Athletico-PR e almeja a reabilitação nesta rodada para se afastar da zona de rebaixamento. O Vasco, na 17ª posição e primeiro time no Z-4, tem três pontos a menos.

- A gente vem numa crescente com o time. O time tem respondido muito bem nos últimos jogos, contra o Athético foi um acidente. Tivemos volume maior de jogo, mas o resultado não veio. A característica será sempre a mesma: um time agressivo, que vai jogar pra frente e buscar o controle do jogo.

Carreira como treinador

 

Maldonado se despediu dos gramados em 2015, no Colo-Colo, do Chile. A decisão para ser treinador, segundo o ex-volante, foi aumentando aos poucos e pela motivação de transmitir experiência aos mais jovens.

- É trabalhar naquilo que fiz a vida toda. Quando comecei a fazer os cursos, comecei a gostar mais, aí apareceu essa oportunidade Colo-Colo em 2018. A partir dali percebi que o que queria era estar perto de um campo, transmitir para as gerações mais novas o que vivi como jogador.

Em 2017, Maldonado fez estágio com Fábio Carille, no Corinthians. A primeira oportunidade para trabalhar em uma comissão técnica foi no Colo-Colo, clube que também o revelou como jogador. Em 2018, ele foi auxiliar técnico de Hector Tapia.

O chileno tem licenças A, B e PRO da Conmebol para ser treinador. Em 2019, Maldonado passou alguns dias no Palmeiras e outros no Santos para aprender com Felipão e Jorge Sampaoli, respectivamente.

Na entrevista ao ge, ele afirma que se inspira em Bielsa para seguir a carreira à beira do campo. Ele acredita que o treinador tem muito do que considera essencial para ser um treinador de sucesso.

- O principal acho que é passar conhecimento para o jogador e ele acredite que você está falando. Comunicação e relacionamento dentro do grupo ajuda muito na hora de poder escolher as peças, além do respeito.

Neste ano, Maldonado virou auxiliar técnico de Maurício Barbieri. A dupla iniciou 2020 no CSA. Porém, o trabalho no clube alagoano foi curto. Após seis jogos, a comissão técnica foi dispensada depois da eliminação na Copa do Brasil. A chegada ao Bragantino foi no início de setembro, após o clube demitir Felipe Conceição.

 

Carreira como jogador

 

Maldonado foi um dos principais volantes do futebol sul-americano no início dos anos 2000. Começou a carreira no Colo-Colo em 1997 e, no ano seguinte, foi campeão nacional. Em 2000, com a seleção chilena, conquistou a medalha de bronze nas Olimpíadas de Sidney, na Austrália. Nesse mesmo ano, começou a trajetória no Brasil.

O primeiro clube brasileiro que o ex-volante defendeu foi o São Paulo. Com o Tricolor, foi campeão estadual. Em 2003, Maldonado fez parte da equipe do Cruzeiro que conquistou a tríplice coroa (Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Brasileirão) sob o comando de Vanderlei Luxemburgo.

A permanência na Raposa durou até 2005. No ano seguinte, Maldonado foi para o Santos e atuou na equipe por duas temporadas. O atleta foi para a Europa em 2008, para defender o Fenerbahçe, da Turquia. Voltou ao Brasil em 2009 para defender o Flamengo.

Em 2013, vestiu a camisa do Corinthians. A aposentadoria do futebol ocorreu no Colo-Colo, em 2015.



Deixe seu Comentário

Veja Mais


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !